Sephora Marchesini

Advogada inscrita na Ordem dos Advogados do Brasil desde 2015, ingressou no mesmo ano na Ordem dos Advogados Portugueses.

Em 2016 fundou o seu próprio escritório na cidade de Coimbra, Portugal, onde cursa o programa doutoral de Direito Civil na Universidade de Coimbra.

Assente numa rede de parceiros, o seu raio de ação estende-se a todo o território português e brasileiro permitindo uma eficaz resposta à demanda dos seus clientes.

Suportada pela sua rede de parceiros atua transversalmente nos diferentes ramos do direito, com especial atuação no Direito da Saúde, Direito de Família e Menores, Direito Civil, Direito Penal e Direito Internacional.

Sephora Marchesini

Advogada inscrita na Ordem dos Advogados do Brasil desde 2015, ingressou no mesmo ano na Ordem dos Advogados Portugueses.

Em 2016 fundou o seu próprio escritório na cidade de Coimbra, Portugal, onde cursa o programa doutoral de Direito Civil na Universidade de Coimbra.

Assente numa uma rede de parceiros, o seu raio de ação estende-se a todo o território português e brasileiro permitindo uma eficaz resposta à demanda dos seus clientes.

Suportada pela sua rede de parceiros atua transversalmente nos diferentes ramos do direito, com especial atuação no Direito da Saúde, Direito de Família e Menores, Direito Civil, Direito Penal e Direito Internacional.

Curriculum

bricks-2181920_1920-400x400

Habilitações literárias

Doutoranda em Direito Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra – Tese com o título provisório Do dever de informar do médico ao direito de não ser informado do doente: Responsabilidade civil e imputação

Mestre em Crime, Diferença e Desigualdade pela Universidade do Minho – dissertação intitulada “O stalking no Ordenamento jurídico português: considerações empírico-jurídicas”.

Curso Breve de Pós Graduação em Direito e Medicina da Reprodução – Centro de Direito Biomédico – FDUC – Coimbra (Portugal)

Curso Breve de Pós Graduação em Responsabilidade Médica – Centro de Direito Biomédico – FDUC – Coimbra (Portugal)

 

Bacharel em Direito pelo Centro Superior de Ensino dos Campos Gerais (CESCAGE – Ponta Grossa/PR) – trabalho de conclusão de curso intitulado “Judicialização da saúde: concessão do medicamento temozolamida para tratamento de glioblastoma multiforme”

*Em Processo de Equivalência pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra (Julho de 2018).

Bacharel em História pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG – Ponta Grossa/PR) – “Desviantes, futuros doutores: Regulamento de Polícia Acadêmica e a violência estudantil coimbrã (século XIX)”.  

Ordem dos Advogados

– Inscrição na Ordem dos Advogados de Portugal, Conselho Regional de Coimbra Portugal (n.º 54702c)

– Inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Paraná (n.º76537) 

imagem-estatua-braco
workshop-2209239_1920-400x400

Informações complementares

– Pesquisadora visitante no Institut für Deutsches, Europäisches und Internationales Medizinrecht, Gesundheitsrecht und Bioethik – IMGB (2018/2) da Universidade de Mannheim e Universidade de Heldelberg. 

– Formadora Certificada, titular da identificação 3669D51D5.

– Advogada Capacitada pelo Portal Testamento Vital

Idealizadora do “Advogando em Portugal”,

É autora e produtora dos cursos 

● “Os primeiros passos na advocacia portuguesa”, 

 Atuação no Apoio Judiciário”, 

 Lei da Nacionalidade Portuguesa: da teoria a prática”

 Publicidade na Advocacia: Os limites do artigo 94.º do EOA e os pareceres da Ordem dos Advogados nos últimos 25 anos

“Regularização em Portugal: do visto à residência”

  • ● entre outros…

– Conselheira do Conselho de Cidadãos Brasileiros no Porto (2018/2020).

Artigos publicados

Janeiro 2018 “Enquadramento Jurídico Luso-Brasileiro das Diretivas Antecipadas de Vontadein. Ana Figueiredo Sol e Steven Gouveia (Orgs.) – “Bioética no Século XXI” (ISBN 10: 1983785148 e ISBN 13: 978-1983785146)

Outubro 2017 “Direito de não saber: breves notasCadernos Ibero­Americanos de Direito Sanitário: Anais do I Webcongresso Internacional de Direito Sanitário: O Direito e a Saúde Dialogando em Português, WCIDS, v.6, suplemento: parte 4, p. 908-916 (ISSN 2358­1824)

Julho/Setembro 2016 “O período de tempo para guarda dos processos clínicos e examesCadernos Ibero­Americanos de Direito Sanitário, v.5, n.3. p. 212-2­222 (ISSN 2358­1824)

Abril/Junho 2016 “A judicialização da saúde: breves comentários” Cadernos Ibero­Americanos de Direito Sanitário, v.5, n.2. p. 141­-158 (ISSN 2358­1824)

2019 “O caso de Karen Ann Quinlan e a realidade dos meios de suporte de vida Cadernos da Lex Medicinae, Lex Medicinae Supplements, Centro de Direito Biomédico, n.º4, vol. II, 2019, p. 445-456. (ISBN 978-989-8891-48-8).

2017 “Rapto Parental Internacional de menores na União Europeia a partir do Ordenamento Jurídico Português” Revista de Direito Internacional e Globalização Econômica – DIGE, v.1, n.1, p. 113-135 (ISSN 2526-6284)

Junho 2016 “O medo aos franceses e a suas ideias nas anotações da Intendência Geral da Polícia da Corte e Reino” Estrema, Revista Interdisciplinar de Humanidades, publicada pelo Centro de Estudos comparatistas da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. n.º8. (ISSN 2182­8040)

Junho 2016 “Dikasteria: a influencia da Grécia de Sócrates no Tribunal do Júri brasileiro” Revista Jurídica In verbis, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (ISSN 1413 – 2605)

Dezembro 2015 “O stalking nos acórdãos da Relação de Portugal: a compreensão do fenómeno antes da tipificação” Configurações – Revista de Sociologia. Dossier Temático “Violência e Criminalidade”. n.º16. (ISBN 1646­5075)

2016 “O Stalking nos Acórdãos da Relação de Portugal: a compreensão do fenómeno antes da tipifcação”­ IX Encontro Luso ­Brasileiro de Bioética / III Encontro Lusófono de Bioética: Proteção e Desenvolvimento Global. Organização Centro de Estudos de Bioética (Portugal) e Sociedade Brasileira de Bioética (Brasil), Universidade Católica, 15 a 17 de setembro de 2016, Porto (Portugal)

2016 “Processo Clínico Eletrónico: a saída para a conservação permanente da documentação clínica” (outros autores)­ IX Encontro Luso­ Brasileiro de Bioética / III Encontro Lusófono de Bioética: Proteção e Desenvolvimento Global. Organização Centro de Estudos de Bioética (Portugal) e Sociedade Brasileira de Bioética (Brasil), Universidade Católica, 15 a 17 de setembro de 2016, Porto (Portugal)

laptop-3076957_1920-400x400
dossiers-empilhados-400x400

Poster

“Dever de informar x Direito de não ser informado” II Congresso Nacional de Comunicação Clínica em Cuidados de Saúde: Relação e Comunicação em Cuidados de Saúde, Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, 5 e 6 de julho de 2019, Lisboa (Portugal)

“A Responsabilidade Médica e as Instituições de Saúde Pública” ­V Congresso Nacional de Saúde Pública: braços que constroem colunas e pontes, 16 e 17 de fevereiro de 2017, Porto (Portugal)

“As Wrongful Birth e Wrongful Life e o Ordenamento Jurídico Português” IX Jornadas de Obstetrícia: Por uma vida Melhor, 24 e 25 de novembro de 2016, Famalicão (Portugal)

“Da informação a desinformação: a primazia da autodeterminação do paciente” 5º Encontro Nacional de História das Ciências e da Tecnologia/2º Congresso Internacional de História Interdisciplinar da Saúde, 13 a 15 de julho de 2016, Coimbra (Portugal)

“A institucionalizção da Medicina Tropical” 5º Encontro Nacional de História das Ciências e da Tecnologia/2º Congresso Internacional de História Interdisciplinar da Saúde, 13 a 15 de julho de 2016, Coimbra (Portugal)

Shopping Basket